Arquitetos alemães querem construir no Brasil fachada que filtra poluição do ar

Sempre buscando novas soluções para melhora nossa qualidade de vida, uma dupla de arquitetos alemães, nascidos em Berlim, resolveu desenvolver uma fachada inteligente, que melhora o ar, purificando-o. Dessa forma, ela serviria como um filtro, ajudando a regular os níveis do efeito estufa existente.

Essa solução poderia facilmente ajudar os problemas de muitas das grandes cidades do país. Contudo, outros projetos semelhantes a esse já fracassaram devido à alta burocracia vigente.

Ganhando mais destaque no pavilhão da Alemanha, na bienal de Arquitetura em 2008, fora desenvolvida por Allison Dring e Daniel Schwaag e recebeu o nome de Fachada Prosolve.

Em 2013, entregaram o primeiro grande projeto, possuindo uma fachada de 2,5 mil m² que fora construída bem em frente ao Hospital da Cidade do México, a ideia era que ela melhorasse o ar que circulava por aquele local. Tal projeto possui um revestimento que é todo feito em nanoestrutura de dióxido de titânio. Quando é ativado pela luz solar, esse revestimento atua como um filtro, neutralizando os óxidos de nitrogênio e compostos orgânicos voláteis que entram em contato com a superfície local. O formato idealizado para os módulos só contribui para a potencialização desse efeito.

Devido ao sucesso apresentado no México, houve interessados e investidores que quiseram trazer a fachada para o Brasil. Contudo, para que isso fosse possível, seria necessário importar alguns produtos feitos na Alemanha, o que se tornou um grande problema.

Havia um grande interesse de construir uma fachada no Rio de Janeiro, mas, no decorrer das conversas, surgiu a dúvida se o material seria liberado pela alfândega e também quanto tempo duraria essa avaliação local, o que poderia gerar custos muito altos“, diz o arquiteto. Assim, a tentativa não saiu do papel.

Segundo Schwaag, a melhor alternativa seria encontrar um parceiro que produzisse tal matéria prima, auxiliando nos custos, gerando empregos e barateando o projeto para que no fim, ele se torne viável.

Nós, da Arquitetura EK, parabenizamos sempre atitudes como essa!