Arquiteto frente à construção: a importância de estar na obra

O arquiteto tem todas as qualificações necessárias para um acompanhamento de obra, para administrar um projeto e em conjunto pensar na estética da construção.

Ao dar início a uma obra, são analisadas questões legais e básicas da obra, como iluminação, ventilação, etc.

Nem todos os arquitetos costumam acompanhar as obras, mas isso pode acarretar em prejuízo para o cliente, tanto na obra (como atrasos de entregas), quanto em questões financeiras, gerando gastos que não são necessários.

Como o acompanhamento é feito?

O acompanhamento geralmente é feito a partir das etapas de construção.

Antes de a obra ser iniciada, é feito um planejamento com dados necessários para o cronograma financeiro, com a descrição dos materiais necessários e da entrega da obra.

As visitas frequentes à obra são de extrema importância. Sua periodicidade pode variar de acordo com cada obra.

É importante que o arquiteto acompanhe frequentemente a obra, a depender de cada construção
É importante que o arquiteto acompanhe frequentemente a obra, a depender de cada construção

Por exemplo: uma obra com curta duração e cujo prazo de entrega seja mais “apertado” naturalmente demandará mais vistas, talvez até diárias.

Por outro lado, se o prazo para entrega da construção for maior e houver um bom desempenho da obra, as visitas podem ser feitas com menos frequência.

Também é importante verificar o desempenho dos profissionais que estão trabalhando na obra, se estão executando corretamente suas respectivas funções e esforçando-se para que o desenvolvimento da obra siga no ritmo correto para com o prazo da entrega.

Lidando com imprevistos e equívocos

O acompanhamento da obra também é importante em casos nos quais algum detalhe do projeto seja executado de maneira errada.

Caso o arquiteto esteja acompanhando a obra com regularidade, será mais viável apontar qualquer erro ou divergência do projeto original para que o problema seja corrigido a tempo.

O acompanhamento do arquiteto também se faz importante caso ocorram imprevistos ou equívocos (como materiais de má qualidade ou infiltração inesperada, por exemplo) nos quais se faça a necessidade de alterar algum fator do projeto.

Tendo a supervisão recorrente de um profissional da área, esse tipo de problema pode ser corrigido a tempo, sem maiores prejuízos.

Ajudar o cliente a ter seu projeto executado corretamente e da maneira como previsto é uma das principais obrigações do arquiteto frente à obra.

São por essas razões que sua presença e fiscalização constantes do arquiteto responsável pela obra são indispensáveis para que tudo saia como o planejado e, por fim, o cliente esteja totalmente satisfeito com o resultado final de sua construção.

Pretende construir? Entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *